The following bands are also in our database:
Atkins - May Project; Tiamat; Delany; Martin, Eric; Six Feet Under (Sweden); Vanlade; Andralls; Brainstorm; Dog Fashion Disco; Agnostic Front; etc.
        FaST Metal Pages www.speed-n-power.com
Bands: Angra - Blind Guardian - Gamma Ray - Grave Digger - Heavens Gate - Helloween - Iron Savior - King Diamond - Mercyful Fate - Primal Fear - Rage - Revolution Renaissance - Rhapsody - Royal Hunt - Running Wild - Savatage - Scanner - Shaman - Stratovarius - Viper - X-Wild + bands members solo projects
September 21st, 2017
[News] [Bands] [Speed'n'Power Metal List] [Search] [Reviews] [Contact] [Links] [Newsletter]
Google quick search on our web-site:

Alta Tensao - Metalmorfose / Nigéria

back to Alta Tensao discography

Alta Tensao'2011

Metalmorfose / NigériaRelease by: Metal Soldiers

(Metalmorfose: tracks 1-7; Nigéria: tracks 8-14.)


Alta Tensao - Metalmorfose / Nigéria
Alta Tensao - Metalmorfose / Nigéria
The length can be different in the booklet, in the player and on the different disks.
1. Introdução / Submundo da Carne

(04:35)

2. Metalmorfose

(03:40)

3. Rock Batalha

(03:00)

4. Paranoia

(03:43)

5. Missão Impossível

(03:20)

6. O Pecador

(03:28)

7. Não Dispare

(02:37)

8. Damned Alenated

(02:28)

9. John Neguinho

(03:53)

10. Nigeria

(04:18)

11. Farms

(01:08)

12. Fireball
    (by Deep Purple.)

(03:05)

13. Giselle

(04:09)

14. Exterminador

(03:12)



 
Introdução / Submundo da Carne
Num Século qualquer
A guerrilha contra a vulgaridade continuava
A Cruzada seguia seguia nos campos de batalha
A paranóia,poluição,desordem e desunião
Tomavam conta de todos
Nós apenas aguardavamos o apocalipse
A chegada do mestre
Lord das Trevas




A chama que queima
Os pecados da Terra
Atinge no peito
Resseca o pulmão
A carne que morre
Já não vale nada
Aqui sobrevive
É pura ilusão
Viajando eu paro
E penso em tudo
Mas o submundo continua a andar
Com passos marcantes e Feras raivosas
Que o tempo espera
Um dia ambestrar

Ou nós encaramos
Essa luta selvagem
Ou morremos sangrando
Na flor da razão

Começo a correr
Sem ter direção
Num fogo cruzado
Atrás da razão
Caminhos,trincheiras
Pedaços do mal
Algemas,correntes
Não vão me tocar
Eu piso no fogo
Com os pés descalços
Quer o inimigo
Sempre a razão
 
 
Metalmorfose
Me transformo num lobisomem
Eu quero esmagar você
Me transformo num som raivoso
Eu vou contaminar você

Toda essa massa
Tanto faz se é sonora
Ou se é pura poluição
Cante e solte
Toda essa raiva
Sinta a vibração

Nesse som de metal

Toda essa massa
Massa sonora ou
Massa população
Nova república
Novas idéias
Sem nenhuma repressão

Nesse som de metal
 
 
Rock Batalha
Eu não agüento essa vida agitada
Eu vou me mandar
Agente entra,sai,sobe,desce
Não dá pra parar
Esquenta o pé no asfalto
Cuidado com o assalto
Agente vive de mal
Num mal humor total
Pressão tradicional

Esse Brasil é muito grande
E tem lugar pra todo mundo tocar
Minha sacola está cheia de rock
Mas não dá pra mostrar
Eu acho que vou fazer
Um trato com satánas
Pra ver se o nosso rock'n'roll
Chega aonde precisa chegar
Pressão tradicional
Ainda vai se dar mal
 
 
Paranoia
Na cidade cinzenta
A vida se agita
São carros que correm
Pessoas que gritam
Se há perigo de vida
Quem é que explica

Na esquina um farol
Também vem uma criança
Um freio que canta
Sobre a Avenida
Numa vida perdida
Paranóia explica

Paranóia!
Na nossa cabeça
Paranóia!
Não há quem não tenha
Não há! não há! não há!
 
 
Missão Impossível
Viva a Vida
Com intensidade
Pois ela é tudo
Na sua idade
Olhos abertos
O tempo não para
O mundo precisa da sua vontade
De viver, de crescer e criar

Pé na estrada
Não ligo pro nada
Pensa e decida
Na encruzilhada
Procuro um Abrigo
Um dia eu consigo
Fazer o que gosto
O tempo é amigo
Vou viver
Vou crescer
E criar
 
 
O Pecador
Vou botar a boca no Mundo
Vou por a língua pra fora
Sou como uma serpente
Que deita e rola e aperta,esmaga

Eu vivo sempre no escuro
Numa condição subhumana
Por isso eu sou um subnutrido
Por isso eu mato e roubo

Sei que vocês podem até pensar o mal
Mas eu sou fruto dessa sociedade animal
Se é pecado o que faço nesta terra
Somos todos iguais
Nesta guerra
 
 
Não Dispare
Não troque sua liberdade pelas coisas brutais
Siga o seu caminho e mostre do que é capaz
Se um trajeto tem espinos
Você deve logo retirar
Não marque ponto
Eu já não tenho mais tempo pra esperar

Por isso ponha de lado esse revólver
Pois essa barra você pode segurar
Ponha de lado esse revólver
Um mundo novo você vai encontrar

Um dia você vai sentir na carne e vai se machcar
Vai ver o sol nascer quadrado
E comer o que o diabo amassar

Você está por um fio de cabelo
Bem-vindo ao óadio que se alastra
Por isso ponha de lado esse revólver
A sua alma você pode salvar

Agora pare!
Pare!
Não dispare!
Jogue fora essa bomba
 
 
Damned Alenated
 
 
John Neguinho
 
 
Nigeria
 
 
Farms
 
 
Fireball
(by Deep Purple.)
 
 
Giselle
 
 
Exterminador
 
Lineup:

Guests:
 
Metalmorfose and Nigéria were released in 1985 and 1990 accordingly.



This site is adapted to any powerful browser 1024x768xTrueColor
English translations and spelling correction by vera dr, juliette, irina

[ News | Bands | Speed'n'Power Metal List | Search | Reviews | Contact | Links | Newsletter ]

© 1996-2017 FaST Metal Pages